sexta-feira, 15 de agosto de 2014

A escolha do nome do bebê



Gente eu acho mesmo louvável pessoas que já sabem os nomes dos seus filhos antes mesmo de eles serem concebidos. Tenho várias amigas que já sabem o nome dos dois, se for menino ou menina. Confesso que eu antes de engravidar tinha uns nomes favoritos, mas depois que engravidei "garrei um nojo, mas um nojo dos nomes" hahaha no maior estilo gestante enojada.

Nosso filho ou filha já virá com a carga enoooorme de ser um Chao Feldkircher, gente cá entre nós se você concorda comigo, que já é um sobrenome um tanto exótico e com certeza sem homônimos. Também vivi a vida inteira ser ter um homônimo. Nunca estudei em uma classe que tivesse outra May Lin. Já falei sobre o meu nome aqui no blog, e com certeza ter um nome diferente fez eu ser conhecida entre professores e amigos na escola e até ser inesquecível pra muitos - Ahhhh, a May Lin, lembro bem!- mas não foi tão fácil assim carregá-lo, soletrar ele SEMPRE, até hoje, exige um esforço ter um nome diferente. E eu penso várias vezes, será que meu bebê estará preparado?

Já ouvi gente que dá o nome pro bebê na hora que vê a carinha dele na maternidade, tipo: Nasceu! - Tem cara de Fulano de Tal. Mas aiiii, como sou mãe prendada queria bordar tudo com o seu nominho e fazer os mimos todos que ele merece...

Ganhamos um livro de um casal de amigos e eu e o Her no divertimos esta semana vendo quantas possibilidades podem existir para nomear uma pessoa. Opção existe minha gente, agora nos resta conseguir definir.

Gostaria muito de quando o médico falasse na eco: é um menino, ou é uma menina eu falasse: - Oi meu fulano de tal! Mas tô achando que a tarefa do nome vai exigir mais alguns dias...






2 comentários:

  1. Eu sou dessas que já tinham o nome definido mesmo antes de engravidar, rs. Se menina: Alice... Se menino: Davi... Diz que que não são ruins por favooor...rsrs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...