quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Casal de padrinhos



É bem comum depois que você engravida e já sabe se o seu bebezinho será homem ou mulher, dar o nome... ouvir a pergunta: E quem serão os padrinhos?

Na igreja evangélica o bebê não é batizado e sim apresentado. Como assim apresentado? Na nossa igreja o pastor chama os pais e ora pelo bebê mas sobretudo pergunta aos pais se estão dispostos e ensinar aquela criança nos caminhos de Cristo, para que ela venha a conhecê-Lo como Senhor e Salvador da sua vida, e assim no futuro ela mesma optará pelo seu próprio batismo. Para nós o batismo acontece depois que a pessoa já tem consciência do caminho que quiser seguir e ela mesma escolher por Cristo isso pode acontecer na adolescência como foi com o Herbert ou quando jovem como foi comigo.

Eu fui batizada quando bebê na igreja católica e meus pais escolheram um casal de padrinhos muito próximos deles na época, mas acredito que a última vez que os vi foi quando eu tinha uns 7 anos. Devido ao divórcio dos meus pais eles não tiveram mais contato. E aos 18 anos me batizei na igreja que frequento até hoje, por decisão minha e sem nenhum padrinho.

Eu fui pesquisar o que significa padrinhos por aí, e achei isso:
Na concepção de muitos, ser madrinha ou padrinho é apenas presentear a criança com bons brinquedos e só. Mas as madrinhas e os padrinhos têm funções que vão muito mais além disso, já que os padrinhos e madrinhas precisam ter valores morais e religiosos, bem como pensamentos semelhantes aos dos pais das crianças.Então, nada de madrinha ou padrinho ausente. Quanto mais presente na vida da criança os padrinhos forem, melhor para todos, já que a criança contará com duas pessoas a mais para se apoiar, e os pais da criança tem uma contribuição a mais na educação.
Tive aula no curso de teologia com um professor bem racional como eu. Ele não escolheu casal de padrinhos, mas ele decidiu junto da esposa que como casal, conversariam com um outro casal que pensassem como eles em vários aspectos, para que caso viessem a faltar por alguma tragédia do destino, esse outro casal ficaria com seus filhos.

Eu assistia Modern Family e teve um episódio que também estavam escolhendo um casal de pessoas para cuidar de sua filha. Acredito que para os americanos seja bem comum. Afinal eu creio que devemos agir com responsabilidade quando somos pais. E no meio deste mundo mal, devemos estrar preparados, ninguém quer que seus filhos fiquem pulando de casa e casa esperando uma decisão da justiça de com quem ele deva ficar, se você tem a opção de escolher em vida.

É claro que queremos e desejamos estar presentes em todos os momentos da nossa filha, e que Deus nos livre de qualquer e eventual tragédia. Mas e se acontecer algo? Quem cuidará da nossa menininha? Sei que Deus cuidará lá do céu, mas e aqui da terra? A quem confiaríamos a instrução, o zelo, a orientação por seguir a Cristo?

É algo a se pensar não? Por aqui eu sempre penso. E pra resumir... a nossa filha não terá padrinhos e sim um casal como este que mencionei.

Hoje foi papo sério ;)



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...