terça-feira, 29 de setembro de 2009

O mistura de raças

Quando que eu poderia imaginar que em minha vida eu conseguiria complicar meu nome ainda mais.

Desde quando aprendi a falar as letras soletro meu nome, ou então tenho que ensinar as pessoas a pronunciá-lo. May Lin Chao. Nome curtinho, esquisito, bonitinho, engraçadinho, miudinho, chinesinho. Esse é o nome, aquele que ninguém entende o que é e o porquê de tê-lo, afinal, como uma menina sem olhos puxadinhos tem um nome destes? Mistura de raças, um papai chinês puro ( O Sr. Chao) com uma mamãe Italiana com Alemã (Sra. Amélia Tamanini). Sim, nasceu eu, esta pessoa mestiça com traços misturados mas com um nome legitimamente oriental.

O significado de um nome tão exótico: Flor rara ou pedra preciosa, me diga que você não ia querer um destes? Eu amoooo. Hoje né, porque por muitos anos eu preferia ser Maria do que May. Como foi difícil na infância...

Hoje além de May Lin Chao sou Feldkircher. Consegui complicar um pouco com este sobrenome austríaco.

Meu marido me contou um dia destes o significado do seu sobrenome: Igrejinha na montanha. Lindo! Agora sou a flor rara ou pedra preciosa da igrejinha na montanha. Essa sou eu!

Agora penso, e os nossos filhos como será? Com quantos anos eles conseguirão pronunciar nosso nome e sobrenome, e o pior quando eles aprenderão a escrever os nomes dos seus pais. Não será fácil. Mas com certeza farão muita inveja pra aqueles comuns... Os Silva, os Oliveira... pois serão os Chao Feldkircher

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...